Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Ter Stegen: "As pessoas riem-se quando lhes digo que não sei muito sobre futebol. Não vejo muitos jogos"

O guarda-redes do Barcelona admitiu, em entrevista ao jornal espanhol "El País", que não é grande entendido em futebol e às vezes nem sabe os nomes dos jogadores

Tribuna Expresso

JOSEP LAGO

Partilhar

Não é habitual ver jogadores de futebol admitirem que não apreciam assim tanto a modalidade, daí que as declarações de Ter Stegen, guarda-redes do Barcelona, surpreendam. "As pessoas riem-se quando lhes digo que não sei muito sobre futebol. Não vejo muitos jogos", confessou o guardião alemão, em entrevista ao jornal espanhol "El País".

"A exceção é quando há jogos bons ou quando me interessa algum em particular porque tenho algum amigo, por exemplo. Às vezes perguntam-me pelo nome de algum jogador e nem faço ideia", admitiu, acrescentando que, em casa, fala mais de arquitetura do que de futebol, já que a mulher é arquiteta.

Questionado sobre a quarentena (o guarda-redes recusou falar sobre a redução dos salários no clube), Ter Stegen disse que tem levado tudo "com muita tranquilidade", apesar de admitir ter saudades de jogar. "Claro que gostaria de estar em campo a lutar por tudo o que temos de lutar. Estávamos na reta final da época e é uma pena que isto tenha parado. Mas, neste momento, o futebol não é uma prioridade. Temos de estar em casa e nós não somos exceção a essa regra", disse.

O guarda-redes alemão diz que é importante procurar "o bem comum", algo que tem tentado fazer, mesmo em tempos de pandemia. "O bom é que nós temos milhões de seguidores. Com algumas mensagens bem escolhidas, podemos ajudar as pessoas. No outro dia estava a falar com o Alisson [Becker, guarda-redes do Liverpool], que me deu um conselho sobre como lavar as mãos. Antes nunca tinha pensado nisso e agora partilho-o nas redes sociais. Acho que isso pode influenciar pessoas e ser útil para alguém", concluiu.

Covid-19. É oficial: o Barcelona avança para a “redução proporcional” de salários. Respeitando “escrupulosamente” a lei do trabalho, dizem

Numa mensagem na página oficial do clube, na internet, os dirigentes do clube catalão assumem que vão tomar medidas para combater a crise que advém da pandemia