Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Alemães querem saber o que fazer no caso de um jogador ser infetado com Covid-19

É uma das questões principais a serem discutidas entre os protagonistas da Bundesliga, que continuam a delinear o regresso à competição

Tribuna Expresso

M. Donato

Partilhar

Na Alemanha, apesar dos números impressionantes da pandemia, a maioria das equipas de futebol vai regressando às sessões de treinos. Os principais dirigentes da Bundesliga parecem ainda acreditar que pode voltar a jogar-se futebol profissional no país em maio.

Segundo o jornal inglês "The Times", um dos principais temas da discussão entre os protagonistas da liga alemã reside no que fazer no caso de um jogador ser infetado com a Covid-19 depois de ter recomeçado a competição. "Se tal acontecer, deve ser só esse jogador a ser isolado ou, pelo contrário, toda a equipa tem de entrar em quarentena?", questiona-se.

Outra questão a ser discutida tem a ver com o número de pessoas envolvidas em cada jogo, mesmo que à porta fechada. A federação alemã refere um número aproximado de 240 pessoas por encontro, mas a verdade é que o Borússia Moenchengladbach-Colónia, jogado a 11 de março, à porta fechada, teve a participação de cerca de 600 pessoas.

A ver vamos se à terceira é de vez. Na próxima sexta-feira, os 36 clubes profissionais alemãs vão reunir-se pela terceira vez após a paragem. Antes disso, na quarta-feira, Angela Merkel e as autoridades de cada estado vão definir os próximos passos do programa para fazer face à pandemia.