Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Di María não esquece a Luz: “Vir para a Europa e para um clube grande como o Benfica deu-me tudo”

Aos 32 anos, no PSG, depois de passar por Real Madrid e Manchester United, o argentino lembra a importância dos encarnados na carreira

Tribuna Expresso

MIGUEL RIOPA

Partilhar

Angel Di María foi um jogador bem-sucedido e acarinhado no Benfica, onde esteve entre 2007 e 2010. Depois de passar por Real Madrid e Manchester United e ter-se fixado em 2015 no Paris Saint-German, o argentino não esquece o quão importante foi o clube da Luz na sua carreira.

“O Benfica foi muito importante para mim e para a minha família. Foi um grande passo, até porque só estava a jogar no Rosario Central há um ano e meio. Vir para a Europa e para um clube grande como o Benfica deu-me tudo,” disse o argentino de 32 anos, em entrevista ao site oficial da UEFA.

Marcante foi também a ida de Di María para o Real Madrid, em junho de 2010. Os espanhóis pagaram 25 milhões de euros pelo jogador. “O salto do Benfica foi enorme e muitos criticaram-me por não ter jogado bem no Mundial de 2010. Não tinha feito o suficiente para justificar o meu preço, que era muito alto. Mourinho acreditou em mim e mostrei que merecia a camisola do Real Madrid e consegui vencer a Liga dos Campeões.”

Mantendo a ambição intacta, o extremo quer ganhar tudo pelo Paris Saint-Germain: “O clube tem grandes ambições e, para representá-lo, devemos ter as mesmas ambições. Sempre ganhei títulos desde que cheguei, acho que já ganhámos tudo, exceto a Liga dos Campeões, mas ainda espero conseguir isso antes de sair,” vincou Di María.