Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Svilar, Morato, Tiago Dantas e uma infinitude de jogadores jovens: o futuro do Benfica vive no Seixal

O jornal “Record” andou a fazer pesquisa e encontrou uma equipa inteira de atletas com grande futuro na academia do Benfica

Tribuna Expresso

Tiago Dantas

Gualter Fatia

Partilhar

Pedro Ferreira, responsável pelo departamento de prospeção do Benfica, já tinha dito que as águias têm uma "equipa sombra" de jogadores prontos a atacar quando for necessário. No próprio Seixal, a ser regada diariamente, há uma equipa do género. O jornal “Record” identificou jogadores que não estão referenciados pelos responsáveis da formação das Águias.

A equipa inclui Svilar, Morato ou Tiago Dantas, que até já se estrearam pela equipa principal. Enquanto o guarda-redes belga é um caso muito específico, os outros dois mantêm-se como projetos no Benfica Campus.

De acordo com o jornal “Record”, dificilmente irão todos estes miúdos jogar ao mais alto nível na equipa principal. Há várias questões, a começar pelas necessidades do plantel que, numa fase como a atual, pode lá ir buscar jogadores.

Num onze possível que o jornal desportivo idealizou, entram os atletas referenciados pela formação das águias como integrando o lote que garante o futuro. Os casos, por exemplo, de Tomás Tavares, Nuno Tavares, David Tavares ou Florentino, já são englobados noutro lote.

Dos jogadores escolhidos, João Ferreira e Tiago Dantas já se mostraram na última pré-época. Se de entre os miúdos, muitos são já nomes conhecidos dos adeptos, há na esquerda um jovem de apenas 16 anos que já participou numa dúzia de partidas pelos juniores. Trata-se de Montóia, encarado já alternativa de futuro a Nuno Tavares.

O “Record” refere também o central Alexandre Penetra (18 anos), o médio Ronaldo Camará (18), o extremo Jeremy Sarmiento (17) ou o goleador Henrique Araújo (18) como soluções possíveis para o futuro.

No centro da defesa, há um jovem que foi contratado por 6 M€. Morato já se estreou na última época pela equipa principal e é, à partida, no plantel comandado por Lage que se fixará em 2020/21. O brasileiro faz parte do processo de renovação do eixo da defesa. Jardel está a caminho da reforma e a SAD tinha em mente Koch (Friburgo), que continua a ser um alvo prioritário, mas o dinheiro pode pesar. Também Pedro Álvaro (20 anos) vai evoluindo na formação secundária.

Quanto à baliza, o Benfica deverá estar servido para vários anos. Svilar conta 20 jogos pela equipa B esta temporada, mas a verdade é que pertence ao plantel principal. O belga esteve para ser emprestado no último verão, mas ficou na formação comandada por Renato Paiva.

O russo de 23 anos, Ivan Zlobin, tem sido o suplente de Vlachodimos esta época. Promovido por Lage ao plantel principal, Zlobin tem sete presenças em 2019/20 (Taça de Portugal e Taça da Liga), bem como um jogo que realizou pela equipa B.

Em alternativa para a guarda da baliza, o Benfica tem o japonês Leo Kokubo, de 19 anos, e Francisco Pereira, de apenas 15.