Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Zivkovic prepara-se para ganhar cinco milhões e estragar o plano de poupanças da Luz

O sérvio não facilita a vida ao Benfica, que procura desesperadamente uma porta de saída que o jogador aceite passar

Tribuna Expresso

MIGUEL A. LOPES/LUSA

Partilhar

Neste momento, a SAD do Benfica procura acima de tudo conter os gastos, antecipando uma crise geral que vai afetar não só o próprio clube como eventuais compradores para os seus jogadores. Depois, há Zivkovic, o sérvio que teima em permanecer na Luz sem jogar e com um contrato que faz disparar o salário ano após ano. A próxima etapa começa em julho: cinco milhões de euros brutos. Esse valor colocará o extremo no lote dos mais bem pagos do plantel, numa altura difícil.

O sérvio de 23 anos não tem contado para Bruno Lage. O clube abriu-lhe a porta de saída mas o jogador não quer ir por aí. Segundo o jornal “Record”, a SAD benfiquista continua empenhada em encontrar uma solução para o problema. O Benfica deverá privilegiar sempre uma tentativa de venda. Mas até aqui o jogador recusou todas as possibilidades que apareceram, como o Nice, e como o jogador tem sido pouco utilizado e está a entrar no último ano de contrato, não haverá muitos clubes dispostos a pagar pelos seus serviços.

Já em janeiro de 2020, os responsáveis encarnados chegaram a apresentar uma solução considerada vantajosa para todos. Foi oferecida a Zivkovic a possibilidade de rescindir amigavelmente o contrato, com o jogador a receber metade daquilo a que teria direito até final de junho de 2021. Um valor agradável, entre os 3,5 e os 4 milhões de euros. Para além disso, a SAD mostrou abertura para manter o plano de pagamentos mensal, libertando Zivkovic para assinar por outro emblema como jogador livre. Isso quereria dizer que o sérvio poderia negociar com outro clube, receber o prémio de assinatura e dois salários até ao final da próxima época. A proposta foi recusada, o que levou as mãos dos dirigentes às próprias cabeças.

A postura daquele que era considerado o próximo astro da seleção sérvia leva os dirigentes benfiquistas a crer que o jogador quer mesmo cumprir a totalidade do contrato com o Benfica, mesmo que o faça sentado no banco de suplentes (ou nem isso).