Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Duas semanas: Campeão mundial de estrada defende a redução do Tour, da Vuelta e do Giro

Alejandro Valverde (Movistar) considera que, num ano como 2020, não faz sentido manter o atual modelo de três semanas para as competições mais importantes do ciclismo

Tribuna Expresso

Tim de Waele

Partilhar

Na opinião do ciclista espanhol Alejandro Valverde, da equipa Movistar, campeão mundial de estrada em 2018, deve haver uma redução das voltas a França, Espanha e Itália para duas semanas, tendo em conta a situação atual.

Valverde, que venceu a Volta a Espanha em 2009, considera que “não faz sentido querer manter as três grandes voltas em três semanas a todo o custo num ano especial”. Para ele, duas semanas “são mais do que suficientes para os adeptos se divertirem e o Tour, o Giro e a Vuelta conseguirem sobreviver economicamente”.

De acordo com o jornal “A Bola”, Alejandro Valverde comentou ainda o plano de desemprego parcial implementado por várias equipas, lamentando-o. De acordo com o ciclista, na Movistar “não existiu corte nos salários”.