Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Michael Jordan, pinga-amor: carta que a lenda dos Chicago Bulls escreveu a uma atriz vendida em leilão por 25 mil dólares

A carta dirigida a Amy Hunter não é a primeira prova de romantismo de Jordan a vir a público. Já antes, outra carta e um poema de amor tinham sido vendidos em leilão

Tribuna Expresso

Scott Clarke

Partilhar

Uma carta de 20 páginas, escrita pela mão de Michael Jordan e dirigida à atriz e modelo Amy Hunter em 1989, foi vendida no passado domingo em leilão por mais de 25 mil dólares, de acordo com Darren Rovell, da “Action Network”.

A epístola foi enviada de Charlotte, Carolina do Norte, a 11 de julho de 1989. No entanto, é provável que Jordan tenha redigido a carta meses antes, uma vez que foi escrita num hotel de Troy, Michigan, onde os Chicago Bulls ficaram durante as finais da Conferência Este, em maio desse ano.

Amy Hunter, a destinatária, tinha então 23 anos e vivia em Nova Iorque. A carta já não estava na sua posse, uma vez que Hunter já a tinha vendido a colecionador privado, há 17 anos. Na altura, o comprador terá pago 2.560 dólares pelo objeto.

O sucesso de “The Last Dance”, o documentário em 10 partes da ESPN sobre Jordan e os Chicago Bulls em 1997/98, terá desempenhado um papel fundamental no aumento considerável do valor da carta. A própria decisão da leiloeira de publicar secções nunca antes divulgadas do texto também deve ter dado uma ajuda.

“Amy, por vezes sou a pessoa mais egoísta do mundo porque durante o ano inteiro só pensei no Michael,” escreveu Jordan. “Admito ter cometido um erro mas acho difícil mudá-lo. Admitamos que eu o mudo. Não calculas os problemas que encontraríamos. É impensável. Não teríamos uma relação agradável ou privada. (…) É uma pressão com que não posso viver.”

Meses depois de escrever a carta, Jordan casar-se-ia com Juanita Vanoy, mãe dos seus três filhos mais velhos. O casal já tinha um filho, Jeffrey, nessa altura. Na carta, Jordan refere: “um bebé de uma mulher que amo há três anos e meio”, sugerindo que estava a ser infiel na sua relação com Hunter.

Esta não é a primeira nota do lado romântico de Michael Jordan que vem a público. Há alguns anos, outra carta de amor e um poema dos tempos de liceu foram vendidos em leilão por alguns milhares de dólares cada.