Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Arsenal: David Luiz continua por mais um ano e Cédric Soares assina contrato, mesmo sem ter jogado desde que chegou

Apesar dos erros, o brasileiro conseguiu convencer o treinador a confiar nele mais um ano. O português chegou em janeiro, por empréstimo do Southampton, e nunca jogou devido a lesão. Mas Arteta gostou da atitude nos treinos

Tribuna Expresso

Stuart MacFarlane/Getty

Partilhar

O Arsenal renovou contrato com dois velhos conhecidos do futebol nacional e resgatou um jogador que estava ao serviço de outro português. Começando pelo já veterano defesa central David Luiz, ex-Benfica, que assinou um novo acordo de um ano com o clube de Londres.

Também Cédric Soares, internacional português ex-Sporting, assinou por quatro anos, transformando o seu empréstimo pelo Southampton num vínculo permanente.

David Luiz ouviu recentemente duras críticas pela atuação recheada de erros contra o Manchester City. A exibição menos conseguida durou apenas 26 minutos, uma vez que o brasileiro foi expulso. O internacional canarinho pediu desculpa mais tarde mas muitos críticos acreditavam que era o fim do seu percurso no Arsenal, com o contrato de 120.000 libras por semana a expirar a 30 de junho. Aos 33 anos, David Luiz acabou por ser apoiado pelo treinador e permanece mais um ano.

Mikel Arteta também quis que Soares permanecesse no plantel, mesmo que o português tenho chegado por empréstimo em janeiro sem ter feito qualquer jogo com a camisola dos Gunners até agora. O jogador de 28 anos tem sido amaldiçoado por lesões mas o treinador espanhol ficou impressionado com a atitude de Cédric nos treinos.

Também Jorge Jesus entra indiretamente na onda de renovações e contratações do Arsenal. Pablo Mari, defesa espanhol do Flamengo, vai reforçar os Gunners, de acordo com o “Daily Mail”. O jogador de 26 anos deixa o Rio de Janeiro por 14 milhões de libras.

Entretanto, há um francês que pode estar de saída do Arsenal e por más razões. Matteo Guendouzi conseguiu esgotar a paciência de Arteta com os episódios de indisciplina. Para além de ter sido apanhado pelas câmaras a dançar durante os treinos, o médio pegou-se com o compatriota Neal Maupay depois da derrota do Arsenal em Brighton, no sábado. Maupay acusou o adversário de falta de humildade devido às palavras que disse durante o jogo. Segundo o “Daily Mail”, Guendouzi terá provocado Maupay, lembrando a diferença de salários entre uma e outra equipa.