Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

O lendário pugilista Roberto Duran tem Covid-19 e está internado num hospital do Panamá

Nome incontornável da história do boxe, o panamiano de 69 anos testou positivo ao novo coronavírus e foi hospitalizado por precaução. O filho informou que “Mãos de Pedra” está sob observação, sem sintomas a registar

Tribuna Expresso

Josh Hedges

Partilhar

Segundo o jornal francês “L’ Équipe”, Roberto Duran, lenda panamiana do boxe, campeão do mundo em quatro categorias de peso diferentes e famoso pelos duelos com Sugar Ray Leonard, contraiu o novo coronavírus e foi hospitalizado na quinta-feira, de acordo com informações dadas pelo filho, Robin, no Instagram.

“Os resultados dos testes do meu pai confirmam que tem Covid-19. Graças a Deus, por agora, não tem qualquer sintoma,” escreveu Robin Duran, acrescentado que o pai, de 69 anos, “não está nos cuidados intensivos nem com ajuda respiratória, apenas em observação. O antigo pugilista, de alcunha “Mãos de Pedra”, tem um pulmão danificado depois de um acidente rodoviário há vários anos, na Argentina.

Roberto Duran conheceu uma longevidade excecional no desporto, com uma carreira profissional entre os 16 e os 50 anos. Em 119 combates, ganhou 103 e foi derrotado em apenas 16 situações. Foi campeão do mundo em quatro categorias diferentes, entre 1972 e 1989.