Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Gabriel Barbosa renascido no Flamengo: “Jorge Jesus mudou a minha forma de pensar e executar”

O jogador que passou brevemente pela Luz, sem conseguir convencer, é hoje uma das principais figuras do futebol brasileiro. Marca os golos que lhe deram fama e faz assistências para os companheiros. O culpado disso tudo é um treinador português que já não mora lá

Tribuna Expresso

Buda Mendes

Partilhar

No Benfica, em 2017/18 Gabriel Barbosa foi tudo menos “Gabigol”. Desiludiu pelo temperamento, acima de tudo, pela incapacidade de convencer treinador e adeptos de que poderia ser a estrela que faltava.

No Brasil, em 2020, a realidade é completamente diferente. Herói no Flamengo, com direito a boneco de peluche que serve de mascote do clube, Gabriel Barbosa foi um dos destaques da última temporada. Aos 23 anos, o avançado foi o melhor marcador do clube vencedor do campeonato brasileiro, da Libertadores e, mais recentemente, do campeonato carioca.

As 12 assistências com que serviu os colegas mostraram que “Gabi” não é apenas “gol”. Neste particular, em entrevista ao jornal “As”, o jogador não teve dúvidas sobre quem o influenciou.

“Jorge Jesus mudou a minha forma de pensar e executar. O futebol é um jogo de equipa e precisamos de ter conhecimento porque com isso, a juntar à maturidade, posso tornar-me um jogador mais completo e tomar sempre a melhor decisão.”