Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Frederico Varandas: “O Sporting foi severamente prejudicado pela arbitragem na retoma do campeonato”

O presidente do Sporting deu uma entrevista ao jornal “Record”, em que aborda essencialmente o final de época do clube mas também o regresso de um amigo ao futebol português

Tribuna Expresso

ANDRE KOSTERS

Partilhar

Na entrevista que deu ao jornal “Record”, Frederico Varandas falou sobretudo sobre o futebol retomado depois do confinamento, numa época atípica, que culminou com o Sporting a não conseguir segurar o terceiro lugar no campeonato, algo que não acontecia há anos. Mas há coisas que não mudam, como as habituais queixas sobre a arbitragem.

“Como é obvio, o Sporting foi severamente prejudicado nesta retoma do campeonato. Quando eu vejo o lance do Coates em Moreira de Cónegos e o árbitro Tiago Martins, mesmo tendo sido chamado pelo VAR a ver aquelas imagens, a considerar que não é penálti fico muito preocupado com a competência desse árbitro. Mas não foi só essa situação.”

Num rugido, o presidente dos Leões respondeu ao Sporting de Braga, precisamente o clube que ficou em terceiro lugar, e que acusou o Sporting de ser o clube mais beneficiado pela arbitragem esta época. “Não é por uma ou outra época menos bem conseguida que alguma vez o Sp. Braga vai conseguir ser o que o Sporting é.”

2020 teve muitas surpresas, grande parte delas pouco positivas para o mundo em geral, mas o regresso de Jorge Jesus ao Benfica não terá sido consequência de nenhum vírus. O presidente do Sporting mostra-se pouco surpreendido com a vinda do técnico. “Jorge Jesus queria voltar a Portugal. Nunca o escondeu. É um grande treinador e trabalhámos de perto durante três anos. Hoje estamos em trincheiras opostas. (…) Não misturo amizades com trabalho, quanto mais com rivais. Desejo o melhor para o JJ exceto profissionalmente.”