Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

A equipa feminina do Atlético de Madrid suspendeu os treinos após cinco casos de Covid-19, 10 dias antes do recomeço da Liga dos Campeões

Um comunicado do clube confirmou que quatro jogadoras testaram positivo ao vírus na terça-feira, depois de uma primeira atleta ter contraído a doença na sexta-feira anterior. Os treinos foram suspensos e as jogadoras, a equipa técnica e os auxiliares estão em quarentena.

Tribuna Expresso

Anadolu Agency

Partilhar

Cinco jogadoras do Atlético de Madrid estão infetadas com o novo coronavírus, o que originou a suspensão dos treinos da equipa de futebol feminino e a consequente quarentena de todos os elementos ligados a esse departamento. Isto acontece a 10 dias do recomeço da Liga dos Campeões feminina.

O clube espanhol decidiu também, como medida preventiva, cancelar todas as atividades no centro desportivo Wanda Alcalá de Henares, a base da equipa feminina e dos escalões de formação do Atlético, sendo que as instalações serão completamente desinfetadas.

Todos os cinco casos positivos estão assintomáticos mas as jogadoras, cujos nomes não foram revelados, estão isoladas em suas casas e em contacto apenas com o departamento médico do clube. As atletas irão realizar novos testes nos próximos dias.

A equipa feminina do Atlético de Madrid tem encontro marcado com as grandes rivais do Barcelona nos quartos de final da Liga dos Campeões, a 21 de agosto. A competição deve ser jogada ao longo de nove dias com a final agendada para dia 30 de agosto, na cidade basca de San Sebastián.

Os outros jogos opõem as escocesas do Glasgow City às alemãs do Wolfsburgo, também no dia 21, enquanto o Arsenal defronta o Paris Saint-Germain e as campeãs em título, as francesas do Lyon, se encontram com o Bayern de Munique na noite seguinte.