Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Presidente do Barcelona já ligou a Koeman para ser o próximo treinador dos catalães

Josep Maria Bartomeu decidiu tomar as rédeas da crise do Barcelona. Para além dos problemas institucionais e económicos, o clube enfrenta uma situação desportiva preocupante, depois de uma época sem títulos e de uma derrota humilhante na Liga dos Campeões

Tribuna Expresso

Lukas Schulze - UEFA

Partilhar

Setién deve estar mesmo de saída do comando técnico do Barcelona e irá ser acompanhado pelo diretor desportivo, Eric Abidal, há muito contestado. Segundo o jornal “Sport”, o presidente do Barcelona percebe que tem de contratar um treinador que crie a “ilusión” na massa associativa. O ex-treinador do Benfica Ronald Koeman para ser o nome escolhido. O atual selecionador holandês não é o único da lista mas, tendo sido um jogador bem-sucedido no clube, é provavelmente o que reúne mais consenso.

Mas a ida de Koeman para a Catalunha não é nada fácil. Primeiro, porque tem contrato com a federação holandesa. O seu contrato tem uma cláusula que lhe permite sair para o Barcelona, mas apenas depois do Europeu.

Por outro lado, o “Sport” lembra que Koeman pode não querer ir para o Barcelona neste momento, com a limpeza que é preciso fazer no plantel e com o clube sem dinheiro para contratações milionárias. O próprio holandês disse há meses em entrevista: “Agora não é o momento de pensar no Barça”.

O clube catalão vai ter eleições no próximo ano, pelo que, ou Koeman assina por 10 meses, o que é pouco provável, ou Bartomeu poderá estar a hipotecar a política desportiva da próxima direção do clube.