Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Lewis Hamilton e a Mercedes falharam e o inglês assume: “Houve uma sequência de coisas que fizemos como equipa que não foram perfeitas"

O campeão do mundo e líder do mundial de Fórmula 1 sofreu uma penalização por ter ignorado os sinais que indicavam que o acesso às boxes estava fechado e isso custou-lhe a vitória no Grande Prémio de Itália.

Tribuna Expresso

Clive Mason - Formula 1/Getty

Partilhar

Lewis Hamilton aceitou que ele e a Mercedes falharam no que poderia ter sido uma vitória fácil no Grande Prémio de Itália. O piloto inglês assumiu parte da culpa pelo insucesso e assegurou que as circunstâncias vão ser examinadas para assegurar que não se repetem. A insatisfação de Hamilton contrastava com a alegria de Pierre Gasly pela vitória inesperada.

Hamilton liderou metade da corrida, até receber uma penalização por ter entrado na via das boxes quando esta estava fechada. Dessa forma, o campeão do mundo viu-se no último lugar, tendo conseguido recuperar até à sétima posição. A decisão de o fazer entrar nas boxes foi precipitada e Hamilton não viu os sinais à entrada da pit lane.

“Estou satisfeito com a forma como pilotei hoje,” disse Hamilton. “O sétimo lugar foi o melhor que consegui considerando que estava 30 segundos atrás do último carro e os desafios que enfrentei. Estou grato pelas lições aprendidas, estes são os dias em que mais aprendes. Nenhum de nós gosta de perder. Ninguém está feliz mas temos de assumir as nossas responsabilidades. Definitivamente, assumo as minhas por não ter visto os sinais mas houve uma sequência de coisas que fizemos como equipa que não foram perfeitas.”