Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Imprensa inglesa chocada com as palavras de Jorge Jesus para Rúben Dias

No discurso de despedida no balneário, Jesus disse que o único fator em que o Manchester City é maior do que o Benfica é o dinheiro

Tribuna Expresso

Quality Sport Images

Partilhar

De acordo com o jornal inglês “Daily Mail”, “Jorge Jesus atacou selvaticamente o Manchester City ao dizer a Rúben Dias que ele ia para um ‘clube mais pequeno’”. O tabloide diz que Jesus é conhecido por “ser franco e direto” e que fez a referência “pouco subtil” enquanto o defesa português dizia adeus em lágrimas aos seus colegas do clube da Luz.

O “Daily Mail” descreve a reunião da equipa benfiquista à volta de Rúben Dias, no final do jogo com o Moreirense, com o líder Jorge Jesus encarregue do discurso. “Ele foi o capitão, marcou um golo, por isso, tudo foi brilhante. O futuro dele também vai ser brilhante, todos acreditamos nisso.”

O discurso prosseguiu com Jesus a falar então da dimensão do clube da Luz. “A vida de um futebolista é um pouco assim, vais deixar um grande clube, maior do que o City, que é mais pequeno apenas financeiramente. E é isso que faz a diferença, o resto é contigo.”

O treinador foi aplaudido e passou a palavra ao jogador, de lágrimas nos olhos. “O meu maior desejo era sair no momento certo e penso que nós, todas as pessoas com quem trabalho, as pessoas em casa que me apoiam, conseguimos isso,” disse Rúben Dias. “Eu sempre quis sair de sorriso na cara, estou no Benfica há muitos anos. (…) Eu sempre quis que este momento viesse, apesar de amar este clube, e estou a consegui-lo. Levo-vos no meu coração.”

O “Dail Mail” transcreve ainda os desejos do central para o clube da Luz: “O meu maior desejo é que vocês arrasem e sejam campeões. Eu já estava nesse modo e também é difícil sair por causa disso. Tenham muito sucesso e o treinador está aqui para fazer isso, guiar-nos para o topo”.

Rúben Dias foi confirmado como jogador do Manchester City na segunda-feira, com o defesa a assinar um contrato por seis épocas com o clube inglês.