Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Wayne Rooney furioso com a visita de um amigo com Covid-19. “Caso soubesse o que se passava, ter-me-ia recusado a recebê-lo”

O antigo jogador do Manchester United recebeu Josh Bardsley, que deveria ter ficado em casa, a aguardar os resultados do teste ao novo coronavírus, cujo resultado acabou por revelar-se positivo

Tribuna Expresso

WILL OLIVER

Partilhar

O jornal inglês “The Sun” anunciou que o antigo capitão da seleção inglesa, atualmente treinador-jogador do Derby County, na segunda divisão, ficou furioso depois de receber a visita de Josh Bardsley na quinta-feira. O jornal diz que Bardsley, de 21 anos, já tinha sido contactado pelas autoridades, feito o teste, e deveria estar a aguardar os resultados que, mais tarde, vieram a revelar-se positivos.

Rooney não tinha conhecimento de quaisquer questões relacionadas com a Covid-19 relativamente a Bardsley e jogou na derrota do Derby com o Watford, na sexta-feira, um dia depois da visita. As recomendações do governo britânico são para que qualquer pessoa que tenha tido contacto com alguém que tenha testado positivo ao novo coronavírus se auto-isole durante 14 dias.

É agora provável que, no mínimo, os plantéis do Derby e do Watford, bem como as equipas técnicas, sejam forçados a fazer testes. Rooney já fez saber que vai ser testado. Um comunicado da assessoria de Wayne Rooney disse que o jogador de 34 anos ficou “zangado e desiludido” pelas atitudes de Bardsley. “Foi apenas hoje, sábado, depois dos contactos dos média e da sua própria pesquisa, que Wayne teve conhecimento de que Josh tinha sido contactado pelas autoridades de saúde e não deveria ter ido a sua casa,” diz o comunicado, acrescentando que “caso soubesse o que se passava, Rooney ter-se-ia recusado a recebê-lo.”

O Derby County não mencionou Rooney mas confirmou, numa comunicação do clube, que tinha conhecimento das notícias e que iria seguir as recomendações. “O clube vai continuar a obedecer às regras da Covid-19 e aos protocolos para assegurar que o ambiente é o mais seguro possível para os seus jogadores e staff,” garante o comunicado.