Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

"Estamos a jogar com os rufias da Europa e vai mostrar-me um amarelo por isto?". Com o estádio vazio, Müller gritou e toda a gente ouviu

O próprio Müller viu um cartão amarelo e o técnico do Bayern admite que a sua equipa também mostrou alguma agressividade: “Foi importante darmos a cara e mostrarmos a nossa qualidade”

Tribuna Expresso

ANDREAS GEBERT

Partilhar

O internacional alemão e estrela do Bayern de Munique Thomas Müller chamou aos jogadores do Atlético de Madrid “os rufias da Europa”, como reação ao facto de ter sido admoestado no jogo que opôs os campeões europeus ao clube madrileno e que terminou 4-0 a favor dos bávaros.

Numa fase inicial do jogo, Müller ficou furioso por ver o cartão amarelo após uma falta sobre Kieran Trippier. O avançado de 31 anos reagiu mal ao castigo do árbitro inglês Michael Oliver. Com o estádio vazio de público, foi audível a reação do jogador alemão: “Está a brincar comigo? Estamos a jogar contra os rufias da Europa e mostra-me um cartão amarelo por isto?”.

Apesar de tudo, Müller foi a tempo de assistir o companheiro Coman para que este marcasse o quarto golo dos bávaros. O Atlético de Madrid tem a reputação de ser uma equipa agressiva, com entradas duras, sob a batuta de Diego Simeone, o que amiúde irrita os adversários.

Foi por isso pouco surpreendente que o árbitro inglês tenha mostrado seis cartões amarelos, quatro para os espanhóis e dois para os alemães. O Bayern cometeu oito faltas e o Atlético 13. De acordo com o jornal inglês “Daily Mail”, a equipa alemã também mostrou bastante agressividade, deixando o treinador Hansi Flick satisfeito com a forma como os seus jogadores “deram a cara”.

Flick afirmou: “Pode dizer-se que temos sido bastante físicos, especialmente contra esta equipa que joga de forma muito agressiva, e foi muito importante darmos a cara e mostrarmos a nossa qualidade.