Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Espanhóis dizem que a Juventus quer ver-se livre de Ronaldo depois de Pirlo ter chamado “egoístas” aos seus avançados

O jogador português ganha cinco vezes mais do que o segundo da lista dos companheiros mais bem-pagos e o clube precisa de equilibrar as contas depois da pandemia

Tribuna Expresso

FRANCK FIFE

Partilhar

A Juventus está a pesar a possibilidade de vender Cristiano Ronaldo no próximo verão, depois de fazer as contas ao prejuízo devido à pandemia. O português de 35 anos, que se mudou para Turim em 2018, proveniente do Real Madrid, ganha mais de 25 milhões de euros, cinco vezes mais do que o colega mais bem-pago, Paulo Dybala.

De acordo com o diário espanhol “Sport”, a Juventus quer ver-se livre dos encargos financeiros relacionados com o português em vez de lhe propor uma extensão do seu contrato, que termina em junho de 2022.

Há também relatos de problemas em campo. Ronaldo marcou novamente no fim de semana, num empate 1-1 com a Lazio, no entanto, o treinador Andrea Pirlo tem dirigido algumas críticas à estrela da equipa. Após a vitória sobre os húngaros do Ferencvaros a semana passada, o antigo médio italiano criticou os seus avançados por serem egoístas.

“Eu falo muito com os meus jogadores mas eles fazem as suas escolhas quando estão em campo. Poderiam ser menos egoístas e ter acabado com o jogo mais cedo,” disse Pirlo a Fabio Capello durante uma entrevista para a Sky Sports Italia. “Estamos a jogar com dois avançados e dois extremos. Quando tivermos todos em forma, poderemos avaliar quem joga com quem. Até agora, nem todos têm estado a 100%.”

Entretanto, Pirlo confirmou que Ronaldo contraiu uma lesão que forçou a sua saída do jogo com a Lazio. O número sete magoou o tornozelo e foi visto com gelo ainda durante o jogo. Segundo o “Sport”, ainda não é possível saber se vai atuar por Portugal na nova pausa para jogos entre seleções.