Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Joe Biden vai retomar tradição e atirar a primeira bola num jogo de basebol dos Washington Nationals

O presidente eleito dos EUA é um fã confesso da modalidade e impulsionará o regresso de uma tradição que Donald Trump interrompeu

Tribuna Expresso

Drew Hallowell

Partilhar

Ao mesmo tempo que Joe Biden se dirigia ao povo americano num discurso de vitória, no sábado à noite, o clube de basebol Washington Nationals anunciava que o presidente acabado de eleger iria atirar simbolicamente a primeira bola no dia de abertura da época 2021. “Estamos entusiasmados por continuar uma tradição antiga com o presidente a atirar a primeira bola na capital da nossa nação,” disseram os responsáveis da equipa.

A ação de Biden significa o regresso de uma tradição interrompida por Donald Trump, que será assim apenas o segundo presidente dos EUA a não o fazer, juntamente com Jimmy Carter. O hábito foi iniciado por William Taft, em 1910.

Trump mostrou interesse em atirar a primeira bola num jogo no início deste ano quando anunciou que aceitava o convite dos New York Yankees. O clube ficou chocado porque não tinha enviado qualquer convite. Segundo o “New York Times”, Trump fez o anúncio depois de ver o epidemiologista Anthony Fauci a ser o centro das atenções por ter atirado a primeira bola.

Carl Lewis, 50 Cent ou Carly Rae Jepsen foram outras personalidades que se associaram ao ato simbólico ao longo dos últimos anos. O próprio Biden já o fez, embora não como presidente. Em abril de 2009, atirou a primeira bola na abertura da época dos Baltimore Orioles.