Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

British Cycling despediu treinador por “comportamentos pouco apropriados com os ciclistas”

Kevin Stewart treinava o seis vezes campeão olímpico Jason Kenny para os Jogos Olímpicos do próximo ano, em Tóquio

Tribuna Expresso

picture alliance

Partilhar

A federação britânica de ciclismo, British Cycling, dispensou os serviços do treinador responsável por fazer de Jason Kenny, seis vezes campeão olímpico, o ciclista mais bem-sucedido dos Jogos Olímpicos de Tóquio no próximo ano. Depois de “repetidos avisos de que o seu comportamento estava abaixo dos padrões esperados,” a organização optou por despedir o técnico.

Kevin Stewart é um jovem treinador que ainda em 2010 envergou as cores escocesas nos Jogos da Commonwealth. Nos últimos tempos, Stewart fazia parte da equipa técnica que trabalhava com Jason Kenny. O organismo britânico considerou-se desagradado com a conduta repetida por Stewart, que incluía relações inapropriadas com os ciclistas, o que dava mau nome à British Cycling.

Apesar das acusações, os investigadores não encontraram provas de relacionamentos físicos com qualquer dos ciclistas, mas referiram “uso inapropriado de comunicação eletrónica”. Numa declaração publicada no site da British Cycling, Stewart pediu desculpa pelas suas ações, reconhecendo-as como “inaceitáveis”. “Apercebi-me de que as minhas ações me colocaram numa posição incómoda na equipa e demiti-me antes mesmo de ser dispensado.”

O diretor de performance da British Cycling, Stephen Park, disse: “Ao mesmo tempo, tudo isto foi desconfortável para todos os envolvidos, mas mostrou também a robustez dos processos que temos posto em prática quando estes casos aparecem. A equipa de ciclismo da Grã-Bretanha tem um conjunto definido de comportamentos e valores expectáveis e devemos assumir quando não cumprimos esses padrões que definimos enquanto equipa”.