Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Carlos Queiroz: “Somos confrontados com o COVAR, uma doença que ninguém entende”

A Colômbia, treinada por Carlos Queiroz, perdeu por 3-0 com o Uruguai. Queiroz diz que a sua equipa foi prejudicada e faz associações entre o VAR e a Covid-19

Tribuna Expresso

JUAN MABROMATA

Partilhar

Tendo em conta a rivalidade entre as seleções, não é de esperar que a derrota da Colômbia com o Uruguai por 3-0 seja fácil de engolir, mesmo por um selecionador português. Carlos Queiroz não esquece esse jogo de qualificação para o Mundial 2022 e faz um trocadilho entre o VAR e a Covid-19

“Somos confrontados com uma doença, o COVAR, que ninguém entende,” afirmou Queiroz na conferência de imprensa de antevisão ao jogo de terça-feira, desta feita com o Equador. O selecionador da Colômbia queixa-se de um penálti não assinalado numa altura em que a sua equipa perdia por 1-0. “Não apitar aquele penálti, quando o árbitro está a quatro metros do lance, é quase criminoso,” afirma Carlos Queiroz, citado pelo jornal “A Bola”.

De acordo com o antigo treinador da seleção portuguesa, o lance poderia ter alterado completamente o desfecho do jogo. “O árbitro devia dar uma justificação à nossa Federação sobre o porquê de não ter assinalado um penálti que foi claro para todo o mundo.”