Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Mike Tyson e a orelha de Evander Holyfield: “Eu queria matá-lo. Era capaz de fazê-lo novamente. Se ele fizesse o que fez, eu mordê-lo-ia”

Tyson revelou que mordeu a orelha de Holyfield no combate em 1997 porque estava furioso depois de ter levado várias cabeçadas

Tribuna Expresso

Donald Kravitz

Partilhar

Holyfield dominou os primeiros assaltos do combate mas, de repente, começou a gritar de dor. Tyson tinha-o mordido na orelha. O pugilista recebeu uma penalização de dois pontos e foi desclassificado, tendo antes mordido a outra orelha de Holyfield. Foi o primeiro combate de pesos pesados a acabar com uma desclassificação em 50 anos.

Agora, Tyson aceitou comentar o incidente, revelando que estava furioso com Holyfield porque ele tinha-lhe dado várias cabeçadas durante o combate. Tyson disse à Fox News: “Mordi-o porque o queria matar. Eu estava furioso pelas cabeçadas. Perdi a concentração no combate”. Questionado sobre se o faria novamente, Tyson disse: “Eu digo ‘Não, nunca mais’ mas era capaz de fazê-lo novamente. Se ele fizesse o que fez, eu mordê-lo-ia novamente”.

O último combate de Tyson foi em 2005 mas o americano está prestes a regressar ao ativo. A 28 de novembro, a lenda do boxe, com 54 anos, vai defrontar Roy Jones Jr. em Los Angeles.