Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Koeman: “Não entendo porque jogamos sempre às 21h quando o jogo é fora”

O treinador holandês aproveitou a conferência antes da deslocação a Madrid para defrontar o Atlético para dar algumas opiniões e deixar alguns recados

Tribuna Expresso

Lukas Schulze - UEFA

Partilhar

Na conferência de imprensa de antevisão do clássico entre o Atlético de Madrid e o Barcelona, Ronald Koeman deixou alguns recados depois de muitas perguntas sobre Messi e Griezmann: “É preciso respeitar mais o Leo depois de uma viagem tão longa e perguntar por Antoine [Griezmann] é uma falta de respeito”. Questionado acerca da possível saída de Messi, o holandês foi perentório: “Não e não vou falar mais sobre isso”.

Já sobre o calendário apertado, Koeman diz: “Sabemos que para as equipas grandes, é um calendário muito apertado, em vez de jogar duas partidas com a seleção, agora jogam-se três. Percebo os selecionadores. O qua não entendo é que todas as vezes que jogamos fora, os jogos são às 21h. Se jogarmos a essa hora a um sábado chegamos muito tarde a casa e isso não é uma ajuda para um clube grande que tem um calendário como o nosso”.

Sobre Luis Suarez, que vai falhar o jogo com a antiga equipa, por estar com Covid-19, Koeman faz um desvio e diz apenas: “Nós também temos baixas importantes. Qualquer treinador sabe que pode perder jogadores”.

O treinador holandês, antigo jogador do Barcelona, não terminou a conferência sem fazer alusão a Pep Guardiola, também ele antiga estrela dos catalães, que renovou contrato com o Manchester City: “É importante que o Pep continue como treinar porque é uma referência para todos os treinados. Fico contente por ele, porque está muito bem no City. Já o felicitei ontem. Se ele está contente, eu também estou”.