Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

O Manchester United espera que os seus recursos informáticos recuperem do ciberataque. Hackers fazem chantagem

O clube tem tido a ajuda das autoridades competentes, para que a rede seja reforçada antes de a ligar novamente. Os serviços de email do clube estão indisponíveis

Tribuna Expresso

CARL RECINE/Getty

Partilhar

Um porta-voz do Centro Nacional de Cibersegurança (NCSC) do Reino Unido disse: “O NCSC tem conhecimento de um incidente eu afetou o Manchester United e está a trabalhar com o clube e associados para compreender o impacto”.

Até agora, segundo o jornal “The Guardian”, o Manchester United recusou-se a fazer comentários sobre quem poderá estar por trás do ataque. Num comunicado, o United disse: “No seguimento do ciberataque ao nosso clube, a nossa equipa informática e peritos externos reforçaram a segurança das nossas redes e conduziram pesquisas forenses”.

O clube acrescentou: “Este ataque foi disruptivo, mas não tivemos conhecimento de qualquer dado relativo aos adeptos que tenha sido comprometido. Sistemas críticos necessários para a realização de jogos em Old Trafford permanecem seguros e os jogos continuaram como é normal”.