Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

“Cala a boca, negro. Agora você é a vítima, não é?” Caso de racismo no Flamengo-Bahia revelado por Gerson

O jogador do Flamengo acusou o colombiano Ramirez de discurso racista, no Flamengo-Bahia do passado domingo. Depois do episódio, Mano Menezes, treinador do Bahia foi obrigado a demitir-se

Tribuna Expresso

Wagner Meier

Partilhar

Foi já na segunda parte do jogo – que o Flamengo viria a vencer por 4-3 – que o incidente aconteceu. Gerson afirma que Ramirez lhe chamou “negro”, tendo em seguida havido uma discussão com Mano Menezes.

"Tenho vários jogos como profissional e nunca vim à imprensa falar nada porque nunca sofri esse preconceito," afirmou Gerson no fim do jogo. "Quando sofremos o segundo golo, o Bruno fingiu chutar a bola e o Ramirez reclamou. Eu fui falar com ele e ele disse-me: ‘Cala a boca, negro’.”

Para além de Ramirez, Gerson teve um diálogo aceso com o treinador do Bahia, Mano Menezes, que viria a ser demitido na sequência do episódio. “O Mano até falou 'Ah, agora você é vítima, não é? O Daniel Alves atropelou-te e não disseste nada'. Claro, porque houve respeito entre mim e ele. Eu nunca falei de treinadores, mas o Mano tem de saber respeitar. Estou a falar aqui por mim e por todos os negros do Brasil."