Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Nuno Espírito Santo não gostou da forma como o árbitro dirigiu o jogo e tem a federação inglesa à perna

O treinador dos Wolves está a ser investigado, depois de ter feito algumas críticas agressivas ao árbitro Lee Mason. NES acusou o juiz de apitar “em função dos barulhos feitos pelos jogadores”

Tribuna Expresso

Chris Brunskill/Fantasista

Partilhar

Segundo a BBC, o técnico português Nuno Espírito Santo está a ser alvo de uma investigação da federação inglesa. Após a derrota do clube mais português da Premier League frente ao Burnley, o treinador seguiu a tradição lusa e criticou duramente o árbitro Lee Mason.

“O árbitro não esteve à altura de um jogo da Premier League, é um problema que já tivemos antes com Lee Mason.” NES apressou-se a explicar que não se estava a referir a qualquer erro em concreto “mas à forma como dirige o jogo”.

“Os jogadores ficam nervosos, ele apita em função dos barulhos feitos pelos jogadores,” afirmou o técnico português, concluindo que o juiz “não tem qualidade para apitar”.

As regras da federação inglesa permitem quaisquer críticas aos árbitros, desde que não se refiram à imparcialidade ou integridade do mesmo ou constituam ataques pessoais. A investigação pretende concluir se Nuno Espírito Santo ultrapassou os limites. Em caso afirmativo, o treinador português será castigado.