Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

“Bruno Fernandes só pode sonhar com objetivos importantes, como a Bola de Ouro”, diz quem o 'descobriu'

O diretor desportivo do Watford, Cristiano Giaretta, foi uma das pessoas responsáveis pela ida de Bruno Fernandes para Itália, em 2012. O atual jogador do Manchester United estava então no Boavista e foi para o Novara

Tribuna Expresso

Matthew Peters

Partilhar

Na altura, ele ainda jogava nos sub18, mas as suas qualidades técnicas eram evidentes para todos. Ele era diferente dos outros porque já tinha o carisma de líder. Fiquei impressionado quando falei com ele pela primeira vez, através do seu agente, com a sua força mental e inteligência. Não se distraía com nada. Lembro-me que, dois meses depois de estar em Novara, já falava muito bem italiano.”

Giaretta disse ao site “Calciomercato” que dá muitas vezes Bruno Fernandes como exemplo para os mais novos. Os dois mantêm contacto regular e o diretor do Watford não tem dúvidas: “É a mesma pessoa que conheci no Boavista, com grande personalidade e com o mesmo desejo de trabalhar para ser o melhor. Ele nunca se acomoda, mantendo sempre a mesma humildade”.

O italiano avança com a ideia de que o antigo capitão do Sporting pode ir ainda mais longe: “Ele nunca vai admitir mas, com os seus números, só pode sonhar com objetivos importantes, como a Bola de Ouro. Desde que chegou ao Manchester United fez 44 jogos e 26 golos, sem falar das assistências aos seus companheiros de equipa. Sempre foi decisivo e está a estabelecer-se também como líder”.