Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Drenthe tem sete filhos de quatro mulheres, diz estar solteiro e acima do peso. E voltou a jogar

O antigo jogador do Real Madrid está de volta a Espanha. Aos 37 anos, vai jogar no Racing Murcia, do quarto escalão do futebol espanhol

Tribuna Expresso

PIERRE-PHILIPPE MARCOU

Partilhar

O antigo internacional holandês Royston Drenthe regressou a Espanha para um cenário muito diferente do que há uns anos o levou para o Real Madrid. O próprio espelho mostra um Drenthe diferente, com excesso de peso, como o próprio admite. O Racing Murcia, do quarto escalão, conta com ele em forma para vestir a camisola do clube.

Drenthe admite que tem de ir aos poucos. “Ainda não estou disponível para jogar, tenho de perder três quilos,” admite. “Quero mostrar que estou aqui para fazer coisas importantes. (…) Desde segunda-feira que estou a fazer dieta. Sempre comi muito, até porque as minhas tias cozinham muito bem.” Numa entrevista ao programa “El Partidazo”, da COPE, Drenthe contou que tem sete filhos de quatro mulheres e aproveitou para admitir que está “solteiro”.

O holandês foi contratado pelo Real Madrid ao Feyenoord em 2007. Ainda esteve três épocas no clube espanhol mas nunca se afirmou verdadeiramente. Saiu em 2012. Mas Drenthe diz que tem “boas memórias” de Madrid. “A cidade é como a minha casa. Os meus melhores amigos no balneário eram o Guti e o Sneijder”. No fim, Drenthe ainda deixou um conselho ao presidente do Real Madrid: “Se eu fosse o Florentino Pérez, renovava com o Sergio Ramos para sempre”.