Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Dois meses depois, Félix voltou aos golos e disse que não se importa de ir para o banco. "No Benfica lidei bem com isso"

O português do Atlético já não marcava golos há praticamente dois meses. Ontem quebrou o enguiço e ajudou a equipa a conseguir uma nova vitória com reviravolta. Desta vez foi com o Valência, por 3-1

Tribuna Expresso

NurPhoto

Partilhar

João Félix esteve praticamente dois meses sem marcar. Para um avançado, não é bom sinal, mas o jogador formado no Benfica desvaloriza e nem se importa assim tanto se tiver que se sentar no banco mais vezes. “Já aconteceu no Benfica e lidei perfeitamente com isso. Sei do que sou capaz. Quando me colocam a jogar, eu limito-me a desfrutar.”

Quanto ao jogo em si, João Félix regozijou-se com a reviravolta no marcador. “Começámos a perder, mas somos uma equipa que luta até final. Felizmente conseguimos vencer e estamos felizes por isso,” admitiu o jogador. Félix contrariou a ideia de que a sua equipa não é eficaz de bola parada e não se limitou às palavras, mostrou-o em campo. "Trabalhamos sempre os lances de bola parada, pois temos jogadores fortes de cabeça. Se a bola não entra assim, mas entra de outras maneiras, também está bem."

O internacional português elogiou também o colega de equipa Luis Suárez: "É perfeito ter um avançado assim. Já tínhamos o Morata e o Diego e agora temos o Luis, que faz golos e ajuda muito”. João Félix mostra-se confiante mas com os pés assentes na relva: “Estamos bem, lutamos jogo a jogo. Vamos continuar assim. Não podemos deslumbrar-nos, porque depois corre mal".