Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Mourinho provoca Klopp: "Quando não me portava bem, pagava por isso. Os árbitros estão a ficar moles"

O treinador português afirma que os árbitros e os responsáveis disciplinares se tornaram “moles” em relação à conduta agressiva dos treinadores durante os jogos. Mourinho aproveita para picar Jürgen Klopp dizendo que o alemão sai dessas situações sem ser castigado

Tribuna Expresso

Tottenham Hotspur FC

Partilhar

Antes do jogo entre o Tottenham e o Liverpool, José Mourinho aproveitou para fazer críticas aos árbitros e mandar algumas farpas ao treinador adversário, Jürgen Klopp. O português diz que os árbitros estão a ficar “moles” no momento de admoestar os treinadores que “não se portam bem”. “Quando eu não me portava bem, pagava por isso,” disse Mourinho. “Uma das consequências era ver os jogos no balneário, numa televisão; outra era pagar multas grandes. O mesmo não se passa com alguns dos meus colegas,” queixou-se o técnico.

Diz o “Daily Mail” que, quando Mourinho chegou ao Chelsea vindo do FC Porto, em 2004, estava “regularmente em conflito com os árbitros” e era comum “ser chamado a explicar os seus comportamentos perante as autoridades do futebol”. Desde então, o setubalense acalmou com o avançar da idade – fez 58 anos na terça-feira – e crê que é melhor treinador, com uma mente mais aberta para tomar decisões.

“Quanto mais calmo eu estiver, melhor consigo ler o jogo. Senti que tinha de mudar o meu comportamento. Não posso falar pelos meus colegas,” disse Mourinho. Em dezembro, o português ficou revoltado com a reação exuberante de Klopp no jogo em Liverpool, quando, aos 90 minutos, Roberto Firmino marcou o golo que ditou a derrota do Tottenham.

“Os árbitros deixam-no comportar-se assim,” disse na altura. Também o agora ex-treinador do Chelsea, Frank Lampard, bem como Sean Dyche, do Burnley, se mostraram revoltados pelas coisas que são ditas na área técnica do Liverpool, durante os jogos.

Os campeões em título ganharam apenas um jogo dos seis disputados desde que derrotaram a equipa de Mourinho em dezembro. Em caso de vitória do Tottenham no próximo jogo, serão ultrapassados na tabela pelos Spurs. O treinador português elogiou o adversário dizendo: “Para mim, são uma equipa fantástica e ainda podem ganhar a Premier League”.