Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Roger Federer anuncia regresso no próximo mês de março, em Doha, um ano e duas operações depois

O tenista suíço anunciou a intenção de regressar à competição já em março, no torneio de Doha. Federer esteve afastado do ténis mais de um ano. Durante esse tempo foi operado duas vezes ao joelho direito

Tribuna Expresso

Anadolu Agency

Partilhar

Roger Federer quer voltar à competição, mais de um ano e duas operações depois e pretende fazê-lo no torneio de Doha, já em março. O suíço de 39 anos falou à rádio SRF Sport para dizer que está “desejoso de voltar a celebrar vitórias” e digamos que no caso de Federer não lhe faltam vitórias no currículo. O tenista escolheu Doha por este ser um torneio mais pequeno, com menos pressão. Federer venceu a prova três vezes, em 2005, 2006 e 2011.

A última vez que o suíço competiu foi no início de 2020, nas meias finais do Open da Austrália. Federer diz-se “preparado para um caminho longo e difícil” depois da paragem mas mantém a ambição em forma e está ansioso para voltar a sentir o sabor da vitória.

São 20 os torneios do Grand Slam conquistados por Federer, um recorde que apenas Rafael Nadal conseguiu igualar.Mesmo sem jogar, o tenista helvético ocupa o lugar número cinco do ranking ATP. Lembre-se que Federer liderou a classificação do ténis masculino durante 310 semanas.