Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Luisão deu uma reprimenda furiosa aos jogadores do Benfica, em Alvalade, devidamente autorizado por Vieira. Alguns não terão gostado

Ao contrário do que aconteceu após a derrota com o FC Porto para a Supertaça, Luisão escolheu a discrição do balneário de Alvalade para dizer das boas aos jogadores do Benfica. As histórias estão nos jornais "Record" e "A Bola" desta quarta-feira

Tribuna Expresso

Octavio Passos

Partilhar

Há capitães que envergam a braçadeira pela longevidade no clube, outros a quem a distinção parece ter caído do céu. Depois, há capitães como Luisão, que nunca deixam de o ser, mesmo quando a braçadeira já não encaixa no fato de executivo. No final do jogo com o Sporting, em Alvalade, irritado com a derrota mas mais contido em público quando comparado com o final da Supertaça, Luisão criticou duramente os jogadores do Benfica que atuaram no dérbi da segunda circular.

De acordo com o jornal “Record”, desta vez o antigo defesa central atacou duramente os jogadores, com a devida autorização do presidente Luís Filipe Vieira, que assistiu ao jogo na bancada e preferiu continuar por ali, irritado com o desfecho do jogo.

Luisão terá explicado de uma forma “pouco delicada” – diz “A Bola” – que a atuação dos jogadores “não é condizente com a grandeza do clube que representam”. O brasileiro terá dito que “a questão não é técnica mas sim de competitividade e postura nas quatro linhas”.

O jornal “Record” refere que as críticas de Luisão, mesmo tendo sido feitas dentro do balneário, não foram bem recebidas por alguns jogadores. Segundo “A Bola”, o mais visado terá sido Darwin. Alguns futebolistas do Benfica até deram razão ao antigo defesa, enquanto outros questionaram a legitimidade do brasileiro para falar com o grupo daquela maneira.

O antigo capitão tem vindo a ganhar protagonismo no papel de diretor técnico dos Encarnados. Luisão está quase sempre próximo dos jogadores, nas vitórias, nos empates e nas derrotas. Terá sido precisamente pelo seu temperamento, conhecido já quando o brasileiro estava em campo, que Luisão foi eleito para as funções que desempenha.

Fora do balneário e longe de Alvalade, ouviram-se críticas da parte de antigos jogadores do clube da Luz. Álvaro Magalhães, por exemplo, afirmou que “os jogadores têm de apresentar mais garra,” criticando a falta de agressividade da equipa.

Antigo dirigente benfiquista, Gaspar Ramos acusa o Benfica de falta de dinâmica, com “uma equipa que não está interessada”. Ramos chega mesmo a pedir uma “limpeza”.