Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Di María abre a porta do PSG a Messi e Koeman não gosta: "É uma falta de respeito"

O argentino do Paris Saint-Germain, antigo jogador do Benfica, acha que há "grandes possibilidades" de Messi jogar no PSG na próxima época. Ronald Koeman indignou-se com as declarações quando franceses e catalães se vão defrontar em breve

Tribuna Expresso

Di María: extremo do Paris Saint-Germain

Aurelien Meunier - PSG

Partilhar

Terminado o jogo do PSG com o Nimes, Di María proferiu declarações que provocaram um sismo um pouco mais abaixo no mapa do continente europeu. O antigo jogador do Benfica revelou que há “grandes possibilidades” de ver Messi jogar com a camisola do clube francês já na próxima época.

Quando questionado acerca de jogar com Messi, Di María respondeu: “Oxalá. Penso que há muitas possibilidades.” Mesmo tendo travado logo a seguir – “Eu tenho de estar tranquilo e pensar em mim” – a declaração estava feita e dificilmente iria ser ignorada.

O próprio Di María tem a sua situação no PSG por definir, uma vez que termina contrato no fim da época e ainda não recebeu qualquer proposta para continuar no clube parisiense.

Quanto a Messi, o seu compatriota não foi o único a falar no assunto. Há duas semanas, entrevistado pela “France Football”, Leonardo, diretor desportivo dos franceses atirou: “Um jogador como Messi está sempre na lista do PSG”.

Quem não gostou nada da “brincadeira” foi Ronald Koeman. O técnico do Barcelona irritou-se com as declarações de Di María: “Parece-me uma falta de respeito, sobretudo por estarmos perto do jogo da Liga dos Campeões. Não é justo nem correto falarem tanto do Messi quando temos uma eliminatória contra eles”.