Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Cristiano Ronaldo faz 36 anos e em Espanha conclui-se que foi um erro deixá-lo sair do Real Madrid

O melhor do mundo está de parabéns e mostra que a idade é apenas um número. Cristiano Ronaldo continua a fazer aquilo a que nos habituou: golos bonitos, grandes assistências. E ao fundo ouvem-se os lamentos dos clubes que o deixaram sair, com o Real Madrid à cabeça

Tribuna Expresso

ALESSANDRO DI MARCO/EPA

Partilhar

É em Espanha que se sente mais a falta de Cristiano Ronaldo. A imprensa considera que o Real Madrid cometeu um erro ao deixar o português sair no verão de 2018. Segundo o jornal “As”, com a saída de Ronaldo, ninguém conseguiu preencher o seu lugar. A publicação refere que Benzema tentou mas com pouca ajuda dos colegas no ataque.

O “As” destaca o número de golos marcados pelo Real Madrid com e sem Ronaldo. Nas duas últimas épocas, o clube espanhol marcou 175 golos. Nas duas anteriores, ainda com o português na equipa, os Merengues marcaram 300 golos.

Na base da saída de Cristiano Ronaldo terá estado o salário pedido pelo madeirense para renovar. O clube considerou que os 30 milhões limpos por temporada eram exorbitantes, principalmente tendo em conta os 33 anos do jogador. Sendo assim, o clube espanhol preferiu vender CR7 por 100 milhões.

Ronaldo tem mostrado que continua em forma. Nas duas épocas e meia na Juventus, o português marcou 87 golos e foi sempre nomeado para a Bola de Ouro. Entretanto, o Real Madrid comprou Jovic e Hazard para que pelo menos um deles conseguisse colmatar o buraco que a saída de Ronaldo deixou. O clube pagou 160 milhões de euros e a resposta dos dois jogadores foi muito pouco convincente. Em dois anos, o belga e o sérvio marcaram seis golos em 67 jogos.