Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Mourinho: "Harry Kane pediu para não jogar a eliminatória da Liga Europa"

José Mourinho revelou que o goleador da equipa não quis arriscar e jogar a eliminatória da Liga Europa com o Wolfsberger que os Spurs venceram por 4-1 com Carlos Vinícius a marcar o último golo do desafio

Tribuna Expresso

NEIL HALL

Partilhar

O capitão da seleção inglesa voltou a jogar depois de uma lesão grave. Apesar de Mourinho querer que ele viajasse para Budapeste e fizesse parte da equipa, Kane preferiu ficar em Londres a descansar.

Em campo, os Spurs não parecem ter sentido falta do seu jogador mais carismático. Os golos de Son, Bale, Lucas Moura e do nosso conhecido Carlos Vinícius garantiram uma vitória clara, por 4-1. Embora haja uma segunda mão da eliminatória, a passagem aos oitavos de final parece garantida.

José Mourinho disse que Kane estava preocupado com a lesão recente e o calendário de jogos completamente preenchido. O treinador português disse também que o goleador estará de volta no domingo, para o jogo da Premier League com o West Ham: “Eu creio que sim. Mas alguém experiente que já teve várias lesões no passado, como é o caso de Kane, conhece o seu corpo como ninguém. Ele sabe que eu quero que ele jogue todos os minutos”.

“Eu queria que ele tivesse vindo mas (…) ele sentia que jogar este jogo seria um risco, com a acumulação de minutos depois da lesão que ele sofreu,” explicou Mourinho. “Claro o que eu e o departamento médico concordámos que devíamos dar-lhe esta oportunidade para tratar da sua condição, mas creio que no domingo ele vai estar preparado.”

É a segunda vez numa semana que um jogador diz a Mourinho que não quer ir a jogo, depois de Gareth Bale não ter jogado a eliminatória da semana passada da FA Cup frente ao Everton. A diferença estará também nos estatutos que cada um tem dentro do clube. Kane é o goleador da equipa, o jogador mais amado pelos adeptos, enquanto Bale tem sido uma sombra do que era antes de ter deixado o Tottenham para ir para o Real Madrid.

O jornal inglês “The Independent” diz que as exibições do galês nos últimos jogos dão esperança de “ainda haver vida em Gareth Bale”. A exibição de Bale frente aos austríacos do Wolfsberger conseguiu impressionar a imprensa inglesa. O golo de Son nasceu de uma assistência de Bale e o próprio acabou por marcar no jogo da Liga Europa.