Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

"Ei, Rio, queres que te dê boleia de manhã?" A relação difícil entre o futebol e as redes sociais

A última semana trouxe ao de cima os muitos disparates cometidos por jogadores, clubes ou mesmo funcionários. Foi o que aconteceu com o Instagram do Manchester United. Durante alguns minutos, os seguidores da conta dos Red Devils puderam ouvir um funcionário do clube a aquecer a comida no microondas. Mas há muitos outros casos

Tribuna Expresso

JOHANNES EISELE

Partilhar

Os futebolistas e as redes sociais têm uma relação complicada. A semana passada deu-se um episódio com o Instagram do Manchester United que esteve longe de ser dos mais engraçados, mas deu para distrair os 37 mil seguidores do clube. A gaffe teve também outra consequência: lembrar as dezenas de embaraços por que passaram inúmeras personalidades da Premier League, mas não só.

Na época 2015/16, o Everton publicou um tweet. Estávamos em janeiro e não era bem aquilo que o clube de Liverpool queria dizer. Um dia antes de jogar com o Tottenham, os Toffees publicaram no Twitter oficial uma mensagem que dizia: “O melhor dia ao ar livre com a melhor irmã do mundo”, o que pôs os adeptos a coçar a cabeça, tentando perceber o significado oculto da mensagem. Aparentemente, um dos elementos responsáveis pela página do Everton enganou-se na conta.

Depois de uma derrota por 6-0 em casa, o antigo internacional inglês Joleon Lescott, do Aston Villa, achou por bem publicar uma fotografia de um carro de luxo, o que não agradou aos adeptos do clube de Birmingham. Para piorar as coisas, Lescott disse aos fãs que a publicação tinha sido acidental, enquanto conduzia e tinha o telemóvel no bolso. O Aston Villa desceu de divisão, no fim desse ano.

Um simples “copiar e colar” pode ser suficiente para originar mal-entendidos. Que o diga Victor Anichebe, que em 2016 era jogador do Sunderland. Depois de uma derrota com o West Ham, Anichebe pediu ao seu gestor de redes sociais: “Podes dizer algo como… Apoio incrível ontem e grande atuação dos rapazes!”. O problema é que o tweet do jogador foi publicado exatamente assim, como se lê acima. Instruções e tudo.

Quem via futebol no final dos anos noventa certamente se lembrará da frase de Graeme Souness, então treinador do Benfica, quando saiu em defesa de um seu jogador: “Michael Thomas has got big balls”. Em 2016/17, o Middlesbrough publicou uma fotografia do grupo a festejar a vitória sobre os rivais do Sunderland. O médio Adam Clayton, que estava a mudar de roupa, posou para a fotografia com uma das suas “balls” de fora

Christian Benteke chegou ao Crystal Palace na mesma época, proveniente do Liverpool. Ou pelo menos, era o que todos pensavam. Tirando o próprio Benteke, que publicou fotografias com a camisola do clube londrino – confere – mas escreveu que era jogador da seleção belga e do… Burnley. Os adeptos ficaram confusos.

Deixando a Premier League e descendo até à La Liga. No verão de 2015, Julio Rey foi transferido de um clube da quarta divisão espanhola para o Deportivo La Coruña. O contrato foi assinado, as fotografias da praxe foram tiradas e tudo parecia bem. Até que o clube galego descobriu que, em 2012, Rey tinha publicado nas redes sociais mensagens com críticas agressivas à equipa da Corunha. O contrato do jogador de apenas 20 anos foi imediatamente rasgado e o jogador despedido.

Também em Espanha, o tempo dos irmãos Neville à frente do Valência (Gary como treinador principal, Phil como adjunto) não foi propriamente um sucesso. Pode-se juntar a isso a ideia de Phil Neville de usar o Google Tradutor para tentar agradar aos adeptos em espanhol. As traduções enganam e quem diria que “de manhã cedo corrida na praia para iniciar o dia” quer dizer algo completamente diferente e, já agora, ligeiramente promíscuo na língua dos “nuestros hermanos”. “Corrida” (“run” na mensagem original) é frequentemente usado como sinónimo de “ejacular”. Sem saber, Neville deixou os adeptos a sorrir, embora não pelas melhores razões.

Voltando à Premier League, é público que Wayne Rooney e Rio Ferdinand são grandes amigos. Ambos simbolizam os últimos anos de glória do Manchester United sob o comando de Alex Ferguson. Nesses tempos, Rooney confundiu um tweet com um SMS e perguntou, na conta do Twitter de Ferdinand: “Ei, Rio, queres que te dê boleia de manhã, companheiro?”.