Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

“É muito grave, é imperdoável”: depois da derrota da Juventus com o FC Porto, Fabio Capello aponta o dedo a Cristiano Ronaldo

A orgulhosa Juventus foi eliminada da Liga dos Campeões pelo FC Porto. Ainda os jogadores não tinham arrefecido e já choviam críticas à exibição da equipa de Turim. Fabio Capello, antigo treinador da "velha senhora" e selecionar italiano, não perdeu tempo e disse que a equipa "cometeu erros elementares"

Tribuna Expresso

Jonathan Moscrop

Partilhar

O agora comentador Fabio Capello, antigo treinador do AC Milan e da Juventus, das seleções inglesa e italiana, não esperou muito e, logo após o apito final do árbitro, teceu duras críticas à equipa de Turim.

Um dos principais alvos de Capello foi a estrela da equipa italiana. O antigo técnico não poupou Cristiano Ronaldo, considerando-o um dos principais culpados da queda da Juventus frente a um FC Porto a jogar com menos um jogador desde a primeira parte do jogo. “É muito grave. Um jogador como Ronaldo virar-se na barreira, como aconteceu no livre. É imperdoável.”

Também Demiral foi duramente criticado por Capello: “Foi ingénuo, ao ficar atrás do atacante. Ofereceram o penálti”. “A Juventus cometeu erros elementares. Na primeira parte quis jogar de trás. Na segunda parte, a equipa esteve desatenta à atuação do FC Porto,” comentou Fabio Capello.