Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Gary Neville diz que só Bruno Fernandes e Pogba podem levar o Man Utd mais longe

O antigo jogador do Manchester United elogia os dois jogadores e, ao mesmo tempo, adverte que os rivais do City têm seis ou sete elementos para os dois do United. Depois da vitória dos Red Devils por 1-0 frente ao West Ham, Neville diz que a sua antiga equipa tem de "jogar melhor contra equipas 'compactas'"

Tribuna Expresso

Pool

Partilhar

Gary Neville, antigo defesa do Manchester United e atual comentador televisivo, afirmou que os Red Devils dependem de Bruno Fernandes e Paul Pogba para um jogo mais criativo e precisam de melhorar a capacidade de “quebrar” os adversários. Isto apesar da vitória do clube nortenho frente aos londrinos do West Ham.

Foi difícil para a equipa de Solskjaer conseguir ultrapassar a muralha do West Ham no domingo. À medida que o tempo avançava, começou a ser visível a frustração dos Red Devils, que dominavam a partida mas não conseguiam chegar à baliza de Fabianski. Não fosse o cabeceamento de Scott McTominay que bateu em Craig Dawson, defesa dos Hammers, já na segunda parte, e o jogo podia ter terminado a zero.

Gary Neville crê que os jogadores ao serviço do seu antigo companheiro, Solskjaer, não são suficientemente bons frente a equipas organizadas que defendem bem e o clube tem de corrigir essa lacuna se quiser aproximar-se dos rivais do City.

No fim do jogo, Neville disse à Sky Sports: “Vocês sabem como o Man United é, tem dificuldades em ‘quebrar’ os adversários. Têm de fazer mais frente a equipas que defendem em bloco, com 10 homens atrás da bola. É por aí que deve ser dado o próximo passo. Tem a ver com mais qualidade no último terço, há equipas mais organizadas e compactas agora, especialmente equipas da segunda metade da tabela”.

Neville usou como exemplo os eternos rivais do City: “Precisas de jogadores fantásticos. Olha para o Man City. De Bryne, Gundogan, Mahrez, Foden. Eles têm cinco ou seis”. O ex-futebolista destacou Bruno Fernandes e Paul Pogba, afirmando que o português não conseguiu ter impacto frente ao West Ham mas, ainda assim, tem 23 golos e 13 assistências esta época, em todas as competições.

Pogba também foi referido, embora o francês tenha passado o último mês lesionado. Abaixo destes dois jogadores, mas ainda assim merecedor de alguma confiança por parte de Neville, está Luke Shaw, “o mais criativo no plantel de Solskjaer a seguir às estrelas Fernandes e Pogba”.