Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Rui Patrício saiu de maca após choque violento no jogo com o Liverpool. NES diz que ele está bem

Foi já perto do fim do jogo entre Wolves e Reds que a equipa médica entrou em campo para assistir o guarda-redes português. Um choque violento com Conor Coady deixou Patrício no chão, de onde saiu com um colar cervical

Tribuna Expresso

JASON CAIRNDUFF

Partilhar

O jogo entre a equipa com mais portugueses da Premier League, o Wolverhampton, e o campeão em título, Liverpool, provocou um susto. Muito perto do final, foi necessário interromper a partida para que Rui Patrício fosse assistido no relvado. Um choque violento com Conor Coady deixou o guarda-redes internacional português em mau estado, acabando por ter de deixar o relvado de maca e com um colar cervical.

No final do jogo, Nuno Espírito Santo comunicou que Rui Patrício estava “consciente”. “O Rui está bem e consciente. Lembra-se do que aconteceu e o médico diz que está tudo bem. Todas estas situações com embates de cabeça deixam-nos muito preocupados mas o Rui vai recuperar,” disse o técnico, ele próprio ex-guarda-redes.

O selecionador nacional, Fernando Santos, anuncia hoje, terça-feira, os jogadores convocados para iniciar a fase de qualificação para o Mundial de 2022, no Qatar. O primeiro jogo é com o Azerbaijão, em Turim, a 24 de março. De seguida, a seleção nacional vai a Belgrado defrontar a Sérvia e, no dia 30, há encontro marcado com o Luxemburgo. Será necessário avaliar o estado de Rui Patrício, titularíssimo da equipa portuguesa.