Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

"João Félix foi o melhor do Atlético" mas isso não evitou o adeus à Liga dos Campeões

Os elogios da imprensa espanhola e do próprio treinador do Atlético de Madrid a João Félix servem de pouco. A equipa perdeu mais uma vez com o Chelsea e foi eliminada da Liga dos Campeões

Tribuna Expresso

DeFodi Images

Partilhar

O Chelsea segue em frente na Liga dos Campeões, o Atlético de Madrid fica pelo caminho. A novidade é que, desta vez, a imprensa espanhola não se virou contra João Félix, bem pelo contrário. Chovem elogios para a exibição do jovem português e até o próprio Diego Simeone admitiu que “João Félix foi o melhor do Atlético”.

O “As” diz que “não faltou vontade” a João Félix para criar situações de ataque. “Foi dos que mais intervieram nos metros finais, mas isso não foi suficiente para entrar no jogo com continuidade nem para ser determinante.”

A “Marca” considerou Félix “o maior destaque da equipa”. O diário diz que o ex-Benfica apareceu “muito motivado mas com problemas em entrar no jogo”. “Não foi uma questão de vontade, o português foi o melhor da sua equipa, mas isso não lhe bastou para ser decisivo”. Para o jornal sediado em Madrid, um ponto negativo que distingue Félix dos outros craques europeus é que o internacional luso “não tem golo”. “Teve três oportunidades e em nenhuma conseguiu bater Mendy”.

No “Mundo Deportivo”, “viu-se que (Félix) estava motivado ao longo de todo o jogo, tanto com bola como sem ela”. O jornal elogia-lhe a “atitude” e diz que foram dele “as mais perigosas oportunidades do Atlético”. “Levou a equipa às costas nalguns momentos,” sentencia o jornal.