Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

AS Roma. Paulo Fonseca furioso: “Talvez não tenhamos mentalidade para defrontar estas equipas. Não podemos aceitar a falta de coragem”

A visita da Roma ao Nápoles terminou com uma derrota por 2-0 da equipa treinada por Paulo Fonseca. No final, o técnico português mostrou-se revoltado com o resultado e com a exibição dos seus jogadores na primeira parte do jogo

Tribuna Expresso

Paolo Bruno

Partilhar

Paulo Fonseca ficou extremamente desiludido com a atitude dos seus jogadores na derrota frente ao Nápoles. O técnico frisou acima de tudo a atuação da Roma na primeira parte do jogo, questionando as capacidades da sua equipa para jogos grandes: “Talvez não tenhamos a mentalidade necessária para defrontar estas equipas. O que vi na primeira parte foi uma equipa sem coragem, não fizemos nada do que estava planeado”. Fonseca assume a sua responsabilidade mas não dispensa a culpa dos seus jogadores: “Somos todos responsáveis, porque quando temos medo de jogar e de perder, tudo fica mais difícil”.

O antigo treinador do FC Porto e do Sporting de Braga viu uma segunda parte bastante melhor do que a primeira. No entanto, isso leva-o a questionar: “Por que motivo não entramos assim nos jogos? Por que motivo temos sempre de sofrer golos? Na minha opinião, é uma questão de atitude”.

De acordo com o técnico português, essa “atitude” não tem existido quando a Roma defronta equipas de maior gabarito: “O facto de não conseguirmos vencer os grandes clubes cria mais ansiedade, mas é algo que só poderemos mudar através da nossa atitude. Podemos até perder, o que não podemos aceitar é ter falta de coragem para os enfrentar. Isso é inaceitável”.