Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Katherine Diaz, esperança do surf olímpico, morreu depois de ser atingida por um raio

A atleta de 22 anos morreu perto de casa, em El Salvador. Estava a preparar-se para os ISA World Surf Games e era considerada a grande esperança da modalidade para as próximas olimpíadas

Tribuna Expresso

APHOTOGRAFIA

Partilhar

A surfista mais cotada de El Salvador, que andava a preparar-se para a estreia olímpica no próximo verão, foi atingida por um raio durante uma sessão de treino e morreu. “Uma grande atleta que representava o nosso país deixou-nos,” disse a Federação Salvadorenha de Surf em comunicado publicado nas redes sociais. “Vemo-nos em breve, grande guerreira. El Salvador está de luto,” pôde ler-se no comunicado.

Katherine, de 22 anos, tinha entrado na água para iniciar uma sessão de treinos na passada sexta-feira, perto de casa, em El Tunco, quando foi atingida. Os serviços de emergência tentaram reanimá-la na praia mas as tentativas não deram resultado. O jornal espanhol “AS” disse que uma mudança súbita no tempo apanhou desprevenido quem estava no areal.

A Associação Internacional de Surf prestou a sua homenagem a Diaz numa publicação no Facebook: “Foi de coração pesado que a ISA tomou conhecimento do falecimento de Katherine Diaz. Katherine personificava a alegria e a energia que fazia do surf tão especial para todos nós”. A ISA chamou ainda à salvadorenha “embaixadora global da modalidade”.

Diaz preparava-se para os ISA World Surf Games que irão decorrer em maio, precisamente no seu país. A competição irá servir de qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio.