Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

"Obrigado, lenda!" Chovem agradecimentos a Sergio Agüero: do vocalista dos Oasis ao rival Marcus Rashford

Soube-se na segunda-feira que o argentino Sergio Agüero vai deixar o Manchester City em junho. O avançado é o melhor marcador de sempre do clube, com 257 golos até agora. Mais que provável é também a conquista da Premier League, juntando mais um troféu aos muitos que venceu. Ao longo de uma década, Agüero conquistou a admiração dos adeptos do City mas também o respeito dos adversários

Carlos Luís Ramalhão

Manchester City FC

Partilhar

“Don’t look back in anger” (qualquer coisa como “não olhes para trás com raiva”) podia ser a mensagem para o adeus de Sergio Agüero ao Manchester City. Mas Liam Gallagher, vocalista dos Oasis e adepto dos Citizens não escolheu a canção que o irmão cantou e transformou em clássico da banda de Manchester. O cantor preferiu uma mensagem mais simples: “Obrigado por todos os bons momentos que deste ao nosso clube, LENDA absoluta. Boa sorte para o futuro”.

O melhor marcador da história do Manchester City vai deixar a equipa de Pep Guardiola 10 anos e (pelo menos) 257 golos depois de ter chegado. O jogador de 32 anos vai ser imortalizado com uma estátua à porta do estádio, em reconhecimento do seu contributo para tornar o clube um dos maiores da Europa. David Silva e Vincent Kompany também terão estátuas no Etihad.

Do outro lado da cidade, onde moram os maiores rivais do City, chega também um elogio. Sucinto, sem se comprometer muito, a estrela do Manchester United, Marcus Rashford, publicou nas redes sociais: “É um grande jogador”. Ninguém discordará. No entanto, sendo o clube de Old Trafford um dos cinco referidos pela imprensa inglesa como potenciais destinos do avançado argentino, poderá deixar de haver consenso à volta de Agüero.

O jogador chegou ao Manchester City proveniente do Atlético de Madrid, em 2011. Viu o clube crescer graças ao talento dos jogadores mas, principalmente, porque o Abu Dhabi United Group (irónico o “United”) tomou conta da equipa e forneceu os fundos necessários para fortalecer o clube que, até então, vivia na sombra dos rivais de Old Trafford.

O avançado argentino venceu o seu primeiro título da Premier League de forma dramática. Na primeira época no clube, Agüero marcou um golo em tempo de descontos, ao Queen’s Park Rangers, garantindo a vitória dos Citizens na liga e deixando o Manchester United a contentar-se com o segundo lugar.

Esta época, o argentino tem lutado contra várias lesões. Durante grande parte da temporada, Agüero não tem podido dar o seu contributo à equipa. Ainda assim, está próximo de garantir o seu quinto título inglês.