Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Mourinho disse o seguinte: “O mesmo treinador, jogadores diferentes. Há erros relacionados com as qualidades dos jogadores”

Um José Mourinho “silenciosamente furioso”, de acordo com o “The Guardian”, disse que os seus jogadores eram os culpados por terem deixado Joe Willock – jogador emprestado pelo Arsenal e irmão de Chris, que jogou no Benfica B – marcar o golo tardio que empatou o jogo

Tribuna Expresso

ANTONIO BAT

Partilhar

Mourinho bem tentou conter a fúria no fim do jogo com o Newcastle. Por um lado, o golo do empate (2-2) chegou tarde mas a tempo de anular uma vitória que parecia segura, depois de dois golos de Harry Kane. Por outro lado, este empate impediu que os Spurs ultrapassassem o Chelsea na classificação, algo que faria Mourinho feliz por várias razões.

O técnico português revelou que Toby Alderweireld e Serge Aurier ficaram de fora da convocatória porque os dois defesas não regressaram das seleções a tempo do obrigatório teste à Covid-19. Mourinho disse ainda que os Spurs “criam instabilidade para eles próprios”.

Quando um jornalista comentou que as equipas treinadas pelo setubalense são normalmente boas a defender as vantagens, o técnico do Tottenham respondeu: “O mesmo treinador, jogadores diferentes. Há erros aos quais eu provavelmente não devia chamar erros porque estão relacionados com qualidades que os jogadores têm”.

“É um mau resultado,” disse Mourinho. “Não estou a querer desrespeitar o Newcastle mas este era um jogo para ganhar. Cometemos tantos erros que isso levou a instabilidade e isso deu esperanças aos nossos adversários. Fomos muito bons nalguns momentos mas o jogo corresponde a todos os momentos e eu não posso separar este jogo desses momentos de instabilidade. Tivemos hipóteses para ‘matar’ o jogo mas essa instabilidade afeta tudo.”

Embora tenha acontecido depois do jogo, o incidente com o defesa dos Spurs, Davinson Sánchez, não ajuda a acabar com essa “instabilidade”. O jogador revelou ter sido sujeito a abusos raciais nas redes sociais depois de o seu erro ter dado origem ao primeiro golo do Newcastle. Em resposta, Sánchez publicou uma imagem no Instagram com uma série de emojis de macacos que recebeu e escreveu: “Não muda nada”.