Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Terá o Special One perdido o "Special"? Ingleses desiludidos com José Mourinho e o seu futebol "chato"

Longe vão os tempos do treinador do Chelsea cuja arrogância fazia rir e a competência elevava a melhor do mundo. Em Inglaterra, dizem que o futebol das equipas treinadas por Mourinho se tornou aborrecido de ver e os resultados também não são famosos

Tribuna Expresso

Tottenham Hotspur FC

Partilhar

Mais uma derrota, desta vez frente ao Manchester United, em Londres, e o lugar de Mourinho abana cada vez mais. Para ajudar, dois antigos jogadores da Premier League teceram duras críticas ao treinador português, dando a entender que o seu estatuto de estrela está rapidamente a perder o brilho de outros tempos.

Jamie Redknapp, antigo jogador do Liverpool e filho do treinador Harry Redknapp, considera que o treinador do Tottenham “deveria assumir a responsabilidade pela má forma dos Spurs”. O objetivo de terminar entre os quatro primeiros da Premier League está seriamente comprometido.

Faltam sete jogos para terminar a época e os Spurs estão em sétimo lugar na tabela, seis pontos atrás do surpreendente West Ham. Foram eliminados da Liga Europa e, apesar de terem a hipótese pouco consoladora de vencer a Taça da Liga, a verdade é que o adversário, Manchester City, não lhes vai facilitar a vida.

“O que o José conseguiu durante este período (no Tottenham) foi tornar os jogos difíceis de ver,” disse o antigo médio à Sky Sports. “Podemos dizer o que quisermos sobre os Spurs mas eles sempre foram uma boa equipa, sempre tiveram estilo. Se os adeptos estivessem aqui (no estádio), não gostariam mesmo nada de assistir a isto.”

Redknapp prosseguiu dizendo que o futebol do Tottenham “não tem chama ou entusiasmo”. “Não considero que tenham uma má equipa. (…) O José está a tentar culpar toda a gente mas ele tem de assumer a responsabilidade. Quando és um bom treinador, organizas a tua equipa para conseguir resultados. Um bom treinador arranjaria maneira de a organizar.”

Chris Sutton, outro ex-jogador da Premier League, escreveu no “Daily Mail”, comparando o Mourinho grisalho do Tottenham com o jovem ambicioso que punha o Chelsea a jogar com classe: “Quando o José Mourinho chegou a este país, em 2004, era um tipo português engraçado, esperto e carismático. Prometia conquistar a Premier League e cumpriu brilhantemente esse objetivo. Mas esse homem já não existe”.

Sutton prossegue: “É uma figural irritável, frustrada e provocadora que vive de glórias passadas”. “O trabalho com os Spurs nunca iria ser fácil, mas Mourinho não está a ser bem-sucedido,” afirmou Sutton, que deu o exemplo de Luke Shaw para mostrar as diferenças: “Com Solskjaer, está a dar o máximo. Com Mourinho, parecia estar a desmoronar-se. E é isso que está a acontecer à equipa do Tottenham”.