Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Um jogo sem golos de CR7 deixou-o fulo. A camisola atirada para o chão e uma gafe embaraçosa não ajudaram. E a Juventus até ganhou

A vitória da Juventus sobre o Génova não foi suficiente para satisfazer Cristiano Ronaldo, que saiu do campo sem ter marcado golos e atirando mais um objeto ao chão, desta vez a camisola. Antes disso, aquela que foi provavelmente uma gafe inocente da empresa responsável pela imagem do português alimentou a especulação do regresso de CR7 à Liga Espanhola. No cartaz a anunciar o jogo com o Génova, a Polaris colocou o logótipo da La Liga em vez do da Série A

Tribuna Expresso

Nicolò Campo

Partilhar

A vitória da Juventus sobre o Génova por 3-1 não foi suficiente para alegrar o dia de Cristiano Ronaldo. Depois da braçadeira de capitão da seleção nacional, foi a vez da camisola da Juventus ser atirada ao chão com desagrado por parte do jogador português.

Aparentemente, Cristiano saiu zangado do relvado por não ter marcado. Ronaldo ainda atirou uma bola ao poste da baliza genovesa, o que deu origem a um golo de Morata. A infelicidade do português reforçou as críticas de egoísmo e falta de espírito de grupo, já que o gesto de atirar a camisola para o chão foi mal recebido pelos adeptos da Juventus nas. O treinador, Andrea Pirlo, desvalorizou o incidente, classificando-o como “fruto da frustração”.

Nas redes sociais, antes ainda do jogo, foi a empresa que gere a imagem da vedeta portuguesa a cometer uma gafe. Numa publicação com uma fotografia de CR7, a anunciar o jogo entre a Juventus e o Génova, a Polaris colocou o logótipo da La Liga em vez do da Série A. Apesar de o erro ser provavelmente apenas isso, os comentários dispararam, ligando mais uma vez o português a um regresso a Espanha, ao Real Madrid.