Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Ingleses já apontam sucessores de Mourinho: Nagelsmann, Rodgers, Gerrard, Allegri. Um destes deverá ser treinador do Tottenham

Pouco depois do anúncio do despedimento de Mourinho do Tottenham, a imprensa inglesa deu início às apostas para prever o sucessor do português. Segundo o "Daily Mail", os favoritos são o alemão Julian Nagelsmann e o inglês Brendan Rodgers. Mas Allegri ou mesmo Steven Gerrard também são hipóteses

Tribuna Expresso

O grito de Julian Nagelsmann

OLI SCARFF/GETTY

Partilhar

De acordo com o “Daily Mail”, o grande favorito à sucessão de José Mourinho é o alemão Julian Nagelsmann, tanto pelo que se ouve dizer como pelos sinais dados pelas principais casas de apostas em Inglaterra. O jovem treinador do RB Leipzig, de apenas 33 anos, tem sido associado ao Tottenham há muito tempo, antes mesmo de Mourinho ter sido contratado.

O problema, no caso de Nagelsmann, é avançado pela comunicação social alemã: uma cláusula de rescisão de 17 milhões de libras. O presidente dos Spurs, Daniel Levy, poderá ver-se obrigado a procurar uma opção mais em conta.

Poderia ser o caso de Brendan Rodgers, atualmente no Leicester, antigo treinador do Liverpool. Mas o clube do centro de Inglaterra não deverá deixar sair facilmente o técnico, que tem feito um bom trabalho. E, mais uma vez, implicaria pagar uma cláusula de rescisão, uma vez que Rodgers tem contrato até 2025.

Entre os possíveis herdeiros de Mourinho, há uma surpresa chamada Ledley King. Aquele que era, até hoje, assistente de Mourinho, é uma figura acarinhada pelos adeptos do Tottenham mas o “Daily Mail” lembra que King não tem o nível suficiente para ser treinador principal. Em Inglaterra, isso ainda é levado a sério.

Massimiliano Allegri é alguém a quem não faltam certificados da UEFA. O antigo treinador do AC Milan e da Juventus seria mais barato – está sem clube – e chegaria a Londres com seis títulos da Série A.

Na Escócia mora o filho pródigo do Liverpool, Steven Gerrard, que acaba de impedir que o Celtic ganhasse o 10º título consecutivo, trazendo a taça de volta ao grande rival Rangers. Também ele é indicado como hipótese, embora esteja claramente na fila de sucessão a Jurgen Klopp, quando o dia chegar.

Para já, o comando da equipa que vai jogar no domingo a final da Taça da Liga, frente ao Manchester City, estará entregue a Chris Powell e Ryan Mason. O facto de o Tottenham estar a apenas cinco dias de uma final foi o que mais surpreendeu no despedimento de Mourinho.