Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Superliga Europeia. Capitão do Liverpool: "Nós, jogadores, não tivemos qualquer voto. Não gosto mesmo nada da Superliga"

James Milner, experiente jogador inglês, capitão do Liverpool, não fez cerimónia e deu a sua opinião sobre a Super Liga Europeia. Os Reds são um dos clubes fundadores da prova mas Milner não teve problemas em juntar a sua voz à do seu treinador, Jurgen Klöpp, e discordar da decisão tomada

Tribuna Expresso

Jan Kruger - UEFA

Partilhar

No fim do jogo entre dois históricos do futebol inglês, Liverpool e Leeds United, James Milner, capitão dos Reds, foi abordado pela BBC para se pronunciar acerca do projeto megalómano da Super Liga Europeia. Lembre-se que o seu clube faz parte do grupo de fundadores da prova.

Tal como Jurgen Klöpp, Milner não teve qualquer receio de dizer o que pensa acerca da Super Liga: “Não gosto disto nem um bocadinho e espero que não se concretize”. Milner acrescentou: “O sistema atual funcionou tão bem durante tanto tempo. O que o tornou tão especial foi o facto de termos de ganhar o direito de participar na Liga dos Campeões”.

Lembre-se que a revolta de Jurgen Klöpp teve também a ver com o facto de nem jogadores nem equipa técnica terem sido ouvidos ao longo do processo. Milner fez questão de lembrar isso mesmo: “Nós, enquanto jogadores, não tivemos qualquer voto, por isso é algo injusto. Tudo o que podemos fazer é ganhar jogos,” disse o experiente médio de 35 anos.

James Milner é o segundo jogador a expressar-se negativamente em relação à Super Liga. O primeiro foi o português Bruno Fernandes, do Manchester United, outro dos clubes fundadores da competição milionária.