Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Pirlo: “Vamos ver se voltamos a colocar Cristiano Ronaldo na barreira nos próximos jogos”. Algo correu mal na Juventus

Com as objetivas todas apontadas para o craque português, é natural que apanhem algum erro. Afinal, Ronaldo é um ser humano. Em Turim, ainda se sentem as repercussões do lance em que o português, colocado na barreira para um livre do Parma, se encolheu e deixou passar a bola. O treinador Andrea Pirlo abordou o assunto, disse que "são coisas que acontecem" mas deixou um aviso

Tribuna Expresso

Nicolò Campo

Partilhar

Em Itália ainda se fala do erro de Cristiano Ronaldo na barreira, que permitiu ao Parma marcar um golo à Juventus. Erros todos cometem mas, quando se trata de CR7, a situação é tratada de maneira diferente. A reação do português, encolhendo-se e deixando passar a bola, foi criticada um pouco por todo o lado.

Depois das críticas dos adeptos ao longo de vários dias, chegou a reação do treinador da Juventus, Andrea Pirlo. O antigo médio do clube começou por dizer que “infelizmente, são coisas que acontecem” mas acabou por deixar no ar uma hipótese: “Vamos analisar e decidir se voltamos a colocar o Cristiano na barreira nos próximos jogos ou não”.

Apesar do golo do Parma, a Juventus venceu o jogo por 3-1, com dois golos de Alex Sandro, antigo jogador do FC Porto. Nas redes sociais houve poucos comentários ao facto de Alex Sandro ser um defesa que não costuma marcar golos. As atenções voltavam-se todas para a imagem de um Ronaldo encolhido.

Na formação da barreira, Cuadrado estava deitado para evitar que a bola passasse por baixo da barreira. Só que Ronaldo não saltou e protegeu a cara e foi precisamente por esse “buraco” que a bola passou. Um lance semelhante já tinha acontecido frente ao FC Porto, na marcação de um livre por Sérgio Oliveira.

Em Itália ainda se fala do erro de Cristiano Ronaldo na barreira, que permitiu ao Parma marcar um golo à Juventus. Erros todos cometem mas, quando se trata de CR7, a situação é tratada de maneira diferente. A reação do português, encolhendo-se e deixando passar a bola, foi criticada um pouco por todo o lado.

Depois das críticas dos adeptos ao longo de vários dias, chegou a reação do treinador da Juventus, Andrea Pirlo. O antigo médio do clube começou por dizer que “infelizmente, são coisas que acontecem” mas acabou por deixar no ar uma hipótese: “Vamos analisar e decidir se voltamos a colocar o Cristiano na barreira nos próximos jogos ou não”.

Apesar do golo do Parma, a Juventus venceu o jogo por 3-1, com dois golos de Alex Sandro, antigo jogador do FC Porto. Nas redes sociais houve poucos comentários ao facto de Alex Sandro ser um defesa que não costuma marcar golos. As atenções voltavam-se todas para a imagem de um Ronaldo encolhido.

Na formação da barreira, Cuadrado estava deitado para evitar que a bola passasse por baixo da barreira. Só que Ronaldo não saltou e protegeu a cara e foi precisamente por esse “buraco” que a bola passou. Um lance semelhante já tinha acontecido frente ao FC Porto, na marcação de um livre por Sérgio Oliveira.