Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Benfica quer Beto mas o avançado do Portimonense tem vindo a ficar cada vez mais caro (e pretendido)

Segundo o "Record", o goleador do Portimonense convence Jorge Jesus e os dirigentes do clube da Luz. Já terá havido uma primeira abordagem mas o Benfica vê-se obrigado a acelerar, há concorrência de peso pelo avançado

Tribuna Expresso

Gualter Fatia

Partilhar

Numa altura em que quase todos os comentadores desportivos dizem que o Benfica precisa de um médio que faça a ligação com o ataque, os responsáveis do clube da Luz parecem discordar. As Águias apontam ao reforço do ataque com Beto, o melhor marcador do Portimonense.

De acordo com o “Record”, tanto dirigentes como – mais importante – treinador já foram seduzidos pelo jogador. Aqui, há “apenas” dois problemas: dinheiro e a concorrência, que existe e é forte.

Já em abril, o avançado foi oferecido ao Benfica, que mostrou algum interesse ao informar-se acerca das condições pretendidas pelos algarvios para contratar o jogador, que até passou pela formação do clube da Luz. O Portimonense terá pedido oito milhões por 70 por cento do passe de Beto.

O preço foi considerado alto mas, ainda assim, a Águia ficou de olho no jogador de 23 anos. Até agora, o avançado marcou 11 golos em 26 jogos. O ano passado, o jovem andou dividido entre o plantel principal e a equipa sub-23 do conjunto algarvio.

Ao que o “Record” apurou, o Benfica está a dar prioridade ao mercado nacional. Beto é visto como um dos valores emergentes da Liga e há disponibilidade para subir ligeiramente a parada, uma vez que, desde que o Benfica fez as primeiras perguntas o Portimonense, o valor do jogador tem aumentado.

Uma das razões para esse aumento é a existência de concorrentes muito fortes na luta pela contratação de Beto. Para além do Benfica, os alemães do Wolfsburgo mostraram-se interessados no jogador. A SAD benfiquista está também consciente das boas relações entre o clube algarvio e o FC Porto.